Turma de Suzano lota o Festival da Ceagesp

A turma de Suzano chegou à Ceagesp em dois ônibus e dois carros. O grupo, com mais de cem pessoas, lotou o salão superior do Festival do Pescado e Frutos do Mar Ceagesp nesta sexta-feira (29/09). Liderada pelas cunhadas Sumie Tanaka Balogh e Margarette Eugênia Pinto Balogh, a turma de Suzano desembarca nos Festivais Gastronômicos Ceagesp pelo menos duas vezes por ano.

Sumie e Margarette: organizadoras

O programa começou há dois anos, quando as cunhadas começaram a programar a visita ao Festival do Pescado e Frutos do Mar. “Começamos a convidar os parentes e amigos. Quando vimos, já tínhamos lotado uma van”, conta Margarette, professora aposentada da cidade de Suzano, na região metropolitana de São Paulo. “As pessoas foram confirmando a ida, falando uma para a outra. Quando percebemos, já era necessário alugar um micro-ônibus”, relembram as cunhadas. No final, elas dizem que, quando vieram a primeira vez, precisaram mesmo foi contratar um ônibus para 50 lugares.

De lá para cá, a turma de Suzano, que vem aproveitar os Festivais Ceagesp, só aumenta de tamanho. No ano que vem, Margarette diz que possivelmente terão de contratar três ônibus para trazer todo mundo para comer na Ceagesp. “Só ainda não viemos no Festival de Camarão e Massas”, avisa.

Turma de Suzano e a Feira de Flores

O passeio até os Festivais Ceagesp, que começou com a família e alguns amigos, transformou-se num verdadeiro acontecimento. Hoje reúne muito mais pessoas amigas e amigos de amigos, incluindo comerciantes, pessoal da academia, professores, médicos e dentistas da cidade, que vêm aproveitar o programa gastronômico em São Paulo.

Entre as vantagens de vir de ônibus, segundo Margarette, está na comodidade e no conforto do grupo. A viagem de pouco mais de 50 km, pode levar mais de uma hora e meia, dependendo do trânsito. “Não precisamos vir de carro, dirigindo de Suzano até São Paulo à noite. Isso sem contar que, de carro, dá para vir no máximo em cinco pessoas”, diz Margarette. O pessoal deixa os carros num estacionamento da cidade, ponto de encontro para pegar o ônibus para a Ceagesp.

“A Ceagesp é uma atração turística”, destaca Margarette. Ela lembra que, quando a turma de Suzano veio ao Festival de Sopas Ceagesp, no ano passado, aproveitou também para visitar a Feira de Flores, que funciona a partir das 23h de quinta até a manhã de sexta-feira. “É só vir um pouco mais tarde no Festival, comer e aproveitar para comprar flores”, indica.

Este slideshow necessita de JavaScript.

%d blogueiros gostam disto: